Resenha: Princesa das Águas, de Paula Pimenta

Olá amores, hoje venho trazer a resenha do tão aguardado (pelo menos pra mim) Princesa das Águas, terceiro livro da série que reconta as histórias das Princesas da Disney, escrito por Paula Pimenta.

Neste terceiro livro, Paula Pimenta resolveu trazer para o nosso mundo real a princesa dos mares, a Pequena Sereia, também conhecida como Ariel. Logo de cara já pensamos, como ela vai trazer para o mundo real, uma princesa que é toda “sobrenatural”? Afinal, sereias não existem (pelo menos não no nosso mundo), então como adaptar uma?
Paula Pimenta transformou nossa amada Ariel, em uma adolescente de 16 anos chamada Arielle, ruiva, nadadora profissional e dona de uma excelente voz! Deu pra pegar todas as referência né?

O enredo da história segue o já apresentado nos outros livros, sendo uma adaptação do enredo original de uma das princesas, neste caso da Pequena Sereia, e que claro contém algumas (ou muitas) mudanças.
Resumindo, temos a história de Arielle, uma nadadora profissional, muito conhecida e perseguida pela mídia. Devido ao fato de ser uma nadadora muito boa, ela percorre o mundo competindo em muitos lugares. Em uma de suas viagens, ela acaba dando uma de suas escapadinhas clássicas, e conhece seu príncipe encantado salvado-o de um acidente na piscina. No momento em que ela o salvou, o garoto não conseguindo enxergar, pediu para que ela cantasse para que ele não desmaiasse. Atendendo ao seu pedido, Ariela cantou para ele com sua ótima voz, encantando-o e fazendo com que o mesmo a procurasse incessantemente.

De todos os livros da série este é o que eu mais gostei, mesmo não sendo da minha princesa favorita. Uma coisa legal deste livro é que ele é ambientado nas olimpíadas do Rio, pois Arielle é uma nadadora olímpica, e como estamos nas olimpíadas, o livro foi uma ótima forma de me deixar mais ainda no espírito olímpico.

Então é isso amores, espero que tenham gostado!!!
 Sobre

Resenha: "Ligações" de Rainbow Rowell

Olá meus amores,

Ligações é o meu primeiro livro da Rainbow Rowell, pois acho o preços dos outros absurdamente caros. Então bora saber o que eu achei dele?

LIGAÇÕES
Por Ariany Lippi

Georgie McCool é uma roteirista, casada e mãe de duas meninas, que tem uma reviravolta em sua vida, quando recebe uma proposta de trabalho que a impediria de ir passar o natal em família, abalando assim seu casamento. Devido a isso ela começa a se questionar em qual parte da historia os dois erraram, o porque de seu casamento estar ruim, não só pela sua falta no Natal, mas sim por um conjunto de fatores.
Atordoada pelos pensamentos, ela resolve ir para casa de sua mãe onde resolve usar seu antigo telefone amarelo para ligar para o seu marido. Sem razões aparentes quem atende é seu próprio marido, porém anos mais jovem, na época que ainda os dois namoravam. Intrigada, Georgie realiza diversas ligações para o mesmo, fazendo-a refletir sobre seu casamento.

O livro levante diversas questões sobre como nós lidamos com o passado. Será que faríamos coisas diferentes? Se tivéssemos a oportunidade de mudar o passado, nós mudaríamos? Será que vale a pena? A história também nos faz pensar sobre o que já fizemos, sobre nossos pequenos erros, nos faz valorizar nossa própria história e nos ensina a aprender com ela.

Ligações é um livro bem envolvente e que nos faz se colocar no lugar dos personagens. No começo eu confesso que ele é bem cansativo e sem graça, mas depois ele te prende de uma forma que você não quer parar de ler, me fazendo amar essa história.

Então é isso amores, vocês já leram este livro? O que acharam?!

 Sobre

Resenha: "A Lista de Brett" de Lori Nelson Spielman.

Olá amores!
Hoje trago uma resenha de A lista de Brett, um livro que eu amei e gostaria muito de indicar para vocês, espero que gostem.

A lista de Brett começa no enterro da mãe de Brett, uma jovem de 20 anos. A mãe de Brett era muito rica, e logo após sua morte é feita a separação de bens com seus irmãos. Brett estava certa que iria ficar com a presidência da empresa da família, porém sua mãe entrega o cargo para sua nora. Mas nem tudo está perdido, mesmo Brett não recebendo nada, a mãe relata no testamento que Brett pode conseguir sua parte na herança mas com uma condição: ela precisa realizar uma lista com 20 sonhos que ela mesma escreveu quando tinha 14 anos, 10 deles já foram concluídos pois sua mãe foi marcando quais a Brett realizou, então restam 10 sonhos!
Brett acaba achando isso uma completa loucura de sua mãe, pois ela não é mais a mesma garota do passado, aqueles sonhos ficaram para trás e agora ela tem outras ambições. Mas ela terá uma escolha: ficar pobre ou realizar o último pedido de sua mãe, qual ela irá escolher?
A lista de sonhos contém sonhos que só garotas de 14 podem ter, como por exemplo ter um cavalo ou ser comediante por um dia. para realiza-los, Brett terá que vencer suas inseguranças.

O livro leva 5 estrelas pois eu gostei muito do livro. Com ele aprendi que quando temos medo de mudar acabamos nos acomodando, e o livro mostra quais são as consequências que esses medos tem na nossa vida.

Então é isso amores, uma resenha pequena e direta sobre o livro, espero que tenham gostado!


 Sobre

Resenha: "De volta aos quinze" da Bruna Vieira

Anita em seus plenos 30 anos de idade, começa a refletir sobre tudo que ela conquistou em todos esses anos. Ao se comparar com suas amigas e familiares percebe que as coisas não deram muito certo para ela. Após estragar o casamento da sua irmã, ela se vê com 15 anos onde revive um certo momento, só que isso muda os acontecimentos quando ela volta a ter 30 anos. A personagem então decidi voltar mais vezes para quando ela tinha 15 anos para mudar mais coisas em sua vida, mas isso pode não sair como ela imaginava.

A historia me fez refletir sobre como somos resultados de nossas próprias escolhas, e como as mesmas seguem rumos diferentes. Me fez perceber que um momento ruim vem antes para te fazer valorizar um momento bom.
Depois de ler o livro, parei para pensar em algumas fases da minha vida, que você também já deve ter pensado ou falado: se eu pudesse voltar no tempo eu faria diferente. Mas analisando a história do livros, pensei que se eu pudesse fazer diferente pode ser que eu não estivesse aqui agora, ter conhecido quem conheci ou ser quem eu sou. As circunstâncias aconteceram para que eu fosse o que eu sou hoje e se não tivesse acontecido, quem seria a Ariany de hoje? Ela seria melhor ou pior? Prefiro nem pensar na possibilidade, pois estou contente comigo mesma, e se um dia eu pudesse voltar no tempo eu faria tudo igual, porque eu quero ser quem eu sou hoje e estar onde estou.

Espero que tenham gostado da resenha, beijos meus amores!


 Sobre

Resenha: "Depois de você" de Jojo Moyes

Olá amores!
Hoje trago a tão esperada resenha, da tão esperada continuação de “Como eu era antes de você”, hoje falo sobre “Depois de você”, escrito pela Jojo Moyes.
Apesar da estréia do livro ser dia 15/02/2016, consegui comprar antes na Livraria Curitiba e li rapidinho porque estava muito ansiosa. Então vamos logo pra resenha?

Como já dito anteriormente, esse livro se trata da continuação do livro já resenhado “Como eu era antes de você”, então se você não leu o primeiro livro NÃO LEIA A RESENHA POIS IRÁ CONTER SPOILERS DOS GRANDES!!!




Recapitulando o livro anterior: Lou se torna cuidadora de Will, um homem paraplégico que está disposto a dar fim a sua própria vida. Os dois se apaixonam e vivem uma história de amor, porém no final do livro Will decide usar uma injeção letal que o leva a óbito, mas antes escreve uma carta se despedindo de Lou e dizendo que dará uma quantia em dinheiro para que a mesma siga em frente com suas ambições.
“Depois de você” começa com Lou vivendo em um flat em Londres comprados com o dinheiro dado por Will. Lou ainda sofre com a perda de seu grande amor, e tenta seguir em frente falhando miseravelmente diversas verses.
Em um acesso de raiva, Lou vai a varanda de sua casa xingar Will, e acaba sofrendo um acidente. O paramédico que a salva é Sam, que depois de alguns encontros acaba se interessando por ela.
Uma peça chave na história aparece e é muito importante para fazer com que Lou siga em frente, mesmo isso parecendo muito difícil.

Basicamente o livro se resume em Lou lidando com a tristeza, a frustação e a raiva da perda de Will. O livro retrata bem todos os conflitos que a personagem vai ter durante esse processo, e traz uma lição sobre como lidar com perdas.
Aprendi com esse livro que é necessário seguir em frente, não só pelas perdas de pessoas que amamos, mas qualquer uma. Seguir em frente não significa que você esqueceu, ou que a perda foi menor ou insignificante. Seguir em frente é importante para nós mesmos, pois não podemos deixar que essas perdas nos arruínem, mas que nos ensine, nos fortaleça e nos impulsione para respirar novos ares.

“Depois de você” ganha 5 estrelas de puro amor e de felicidade de Jojo Moyes ter dado uma continuação para “Como eu era antes de você”.

Espero que vocês tenham gostado, comentem o que acharam da resenha ❤ Beijos e até a próxima!

 Sobre

Resenha: Eu amo Hollywood, da Lindsey Kelk.

Foto por Ariany.

Após os acontecimentos de Eu amo New York, onde Angela Clark foi traída pelo noivo, viveu grandes emoções e conseguiu um emprego maravilhoso, a protagonista recebe uma grande proposta: ir para Holywood entrevistar o famoso ator James Jacobs. O ator exigiu que fosse Angela a fazer essa entrevista, apostando que a mesma pudesse mostrar um pouco do seu verdadeiro eu, pois seu nome está na lama e ele está com fama de canalha, metido e fútil.
Ao longo da história, Angela vai perceber que James não faz jus a sua fama, e que na verdade é um homem legal e muito cavalheiro. Ela acaba fazendo amizade com o mesmo, e devido a isso vira alvo de paparazzis. Angela se vê numa sinuca de bico, com o emprego e o relacionamento em risco.

Esse livro me fez perceber que ser uma celebridade não é para qualquer um, pois é muito complicado ter sua vida exposta e ser taxado de coisas pela qual você não fez/não é.
Eu amo Holywood não foi tão engraçado como o primeiro livro da série, mas deu para tirar boas risadas. Angela é muito estabanada e vive se metendo em altas confusões (ala sessão da tarde).

Dei 5 estrelas para o livro, e estou doida para ler o próximo e saber o que ela aprontou na cidade luz.


 Sobre

Trailer e Poster do filme "Como eu era antes de você".

Olá amores, essa semana tive quase dois ataques no coração!!
O primeiro foi com o lançamento do pôster do filme “Como eu era antes de você” que inclusive já tem resenha do livro aqui no blog. Esse é o poster:
Ai que lindo! *-*
O segundo “quase ataque” foi hoje (03/02), quando saiu o primeiro trailer do filme, que será lançado dia 16 de Junho. Confira o trailer:

Acho que agora deu para entender o porque eu quase tive dois ataques.Eu simplesmente A-ME-I tudo, o poster, o trailer, os personagens, TUDO. A Emilia Clarke é muito parecida com a Louisa, o jeito estabanado ficou muito bacana. Sam Claflin ficou perfeito como o Will, muito fechado e fora que ele é um gato!A ambientação do filme está linda, muito parecido com que eu imaginava. Só fiquei curiosa para ver o Patrick, o ex-namorado da Louisa, mas entendi que o foco do trailer foi a relação do casal principal, que por sinal ficou ótima, os atores tem muita química juntos.Estou muito ansiosa para a estréia do filme, não vejo a hora!!E vocês o que acharam?
 Sobre

Resenha: Cinderela Pop, de Paula Pimenta

Olá amores, o livro resenhado de hoje eu li já faz algum tempo, mas eu gostei bastante, por isso resolvi trazer aqui par vocês. Seguindo a versão da Princesa Adormecida que já resenhei aqui no blog, hoje trouxe o Cinderela Pop, da Paula Pimenta.

Como Princesa Adomercida, o livro Cinderela Pop traz um reconto da história de uma princesa, mas desta vez iremos conhecer a Cinderela dos dias de hoje. O nome dela é Cintia, uma garota moderna, antenada, descolada e apaixonada por música, essa paixão inclusive a faz se tornar DJ, por isso o “Pop” do título da obra.
Cintia tem uma vida perfeita, mas vê seu mundo virar de ponto cabeça após a separação dos pais, o que a faz perder a esperança do amor verdadeiro e decidir ir morar com sua tia, assim se afastando de seu pai. Devidos aos fatos, a personagem fica muito amarga e fechada, e fez uma decisão que muitos adolescentes revoltados fazem para demonstrar sua revolta: apenas vestir preto.
Em seu último ano da escola, a única coisa a mantinha feliz era seu trabalho noturno como DJ e falar com sua mãe, que após a separação se mudou para o Japão. Mas devido a um problema , a mesma foi proibida de utilizar o celular o que faz pedir ajuda a seu pai. O que ela não esperava é que ele iria pedir algo em troca, que é participar da festa de 15 anos de suas meia irmãs, porém essa festa muda todo o rumo de sua vida.

A autora construiu muito bem Cintia, dando a sensação de que ela é gente como a gente. Sentimos muito bem suas ansiedades e frustrações. Acompanhamos o isolamento da personagem do mundo, que devido a algo que a mesma zelava muito se quebrou e ela se sentiu incapaz de fazer nada.
Uma coisa que aprendi nesse livro é que temos que nos arriscar para aquilo que queremos aconteça, não adianta esperar sem fazer nada, afinal as coisas não andam sozinhas.

O livro leva 5 estrelas por ser autêntico e encantador. Cada dia mais me apaixono pelos livros da Paula Pimenta. *-*

 Sobre